Brasil Mineração

CBPM gera mais de R$ 8 milhões em mídia positiva para a mineração em 2021

Número de citações na imprensa cresceu 37% em comparação com o ano de 2020

14/01/2022 23h30
Por: Rebeca Costa Fonte: CBPM Informa
Foto: Divulgação/ Atlantic Nickel
Foto: Divulgação/ Atlantic Nickel

O ano de 2021 foi de muito crescimento para a mineração e a geração de mídia positiva para o setor foi também um dos reflexos deste crescimento. A Companhia Baiana de Pesquisa Mineral (CBPM), única estatal do país voltada para a pesquisa mineral, também vem se dedicando a divulgar a mineração para a sociedade. E na busca pela popularização do tema, a empresa gerou, o equivalente a mais de 8 milhões em mídia positiva para a mineração no ano passado.

A CBPM passou de 68 citações orgânicas na imprensa em 2019, para 553 em 2020. Já em 2021, o número de citações foi de 758, um crescimento de 37% de um ano para o outro. A mineração e a CBPM esteve presente em diversos sites, jornais, programas de rádio e de TV da Bahia e também do Brasil. Vale destacar que, os valores utilizados na equivalência comercial são referentes apenas a veículos pré-selecionados e o relatório não define valores de equivalência das mídias específicas do setor mineral, que caso fossem incluídos demonstrariam uma relação positiva ainda maior.

Para o presidente da CBPM, Antonio Carlos Tramm, essa comunicação com a sociedade é imprescindível, para que a população reconheça a mineração como uma parceira no desenvolvimento socioeconômico do país, dos estados, e principalmente dos municípios. “O nosso maior desafio é fazer as pessoas entenderem que não dá para viver sem a mineração. A mineração está dos óculos no seu rosto até a cadeira onde você está sentado, passando pelo carro, pelo avião, pelas construções e até mesmo no agronegócio. Enfim, a mineração está literalmente em todos os momentos da sua vida”, afirma.

A conquista desse espaço na mídia propiciou ao setor mineral a divulgação de novidades da mineração, de inovações tecnológicas, projetos sociais e compromissos ambientais, além de dar voz também às necessidades do setor, como a luta por uma logística de escoamento apropriada, que envolva um modal ferroviário que funcione e esteja conectado aos inúmeros portos do estado.

Além disso,  a ampliação da visibilidade da mineração nos meios de comunicação reflete a importância do setor para a Bahia. Em 2021, o estado registrou um crescimento de 86% na arrecadação da Compensação Financeira pela Exploração de Recursos Minerais (CFEM) em comparação a 2020. Os números foram superiores a  R$175 milhões, contra os mais de R$94 milhões recolhidos no ano anterior, o que garantiu a manutenção do estado na terceira posição dentre os maiores arrecadadores de CFEM perdendo apenas para o Pará e Minas Gerais. 

Tal crescimento se deve ao aumento na produção de substâncias importantes para a mineração baiana. Os minérios de cobre, ouro, níquel, ferro e cromo foram os cinco maiores arrecadadores em 2021, que somados representam mais de 80% de tudo que foi arrecadado no ano. Além de outros, como a água mineral, o talco, urânio. Substâncias importantes para a economia mundial e que também são motivos de constante divulgação nos meios de comunicação especializados ou não.

 

Publicações especiais

Com o objetivo de levar ao conhecimento público a importância desse setor, não só para a economia, como também para o desenvolvimento social de diversos municípios baianos, a CBPM tem se empenhado na difusão das informações relacionadas à mineração. No ano passado, em parceria com grandes mineradoras como a Mineração Caraíba, a Bamin e a Yamana Gold, que foram responsáveis pelo patrocínio, a empresa lançou dois cadernos especiais publicados pelo Jornal Correio. 

Um publicado no mês de agosto intitulado “Mineração na era do ESG”,  que trouxe matérias com as principais inovações das mineradoras baianas, que têm contribuído para o significativo crescimento do setor no estado, sem descuidar dos seus compromissos sociais e ambientais. Confira o caderno completo pelo Link: https://bit.ly/3Fl2zo5 

Já o caderno “2021: o ano da mineração”, publicado no final de dezembro,  – com patrocínio apenas da Yamana Gold – fez um resumo do ano na mineração baiana, que cresceu mais de 60% pelo segundo ano consecutivo. Traz também a entrega do Prêmio CBPM de Mineração à Yamana Gold e seu vice-presidente Sandro Magalhães, a iniciativa de prefeituras de Minas Gerais na fiscalização de CFEM, logística ferroviária na Bahia e iniciativas de ESG. Confira o caderno completo pelo Link https://bit.ly/3GkZXru.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Veja também
Educação e Inovação Com educação profissional e inovação, Brasil torna sua indústria mais competitiva Principal parceiro do setor em qualificação, testes de qualidade, consultoria e pesquisa e desenvolvimento, SENAI completa 80 anos com desafio de se tornar um modelo para o país
Financiamento Lançamentos da construtora e incorporadora RNI totalizam R$ 761 milhões em VGV e alcança patamar superior aos últimos sete anos Em continuidade com a sua estratégia de expansão nacional, incorporadora lança oito empreendimentos em 2021, crescimento de 30% comparado a 2020 e 256% superior ao 3T21
SUS Hospital Moinhos de Vento, por meio do PROADI-SUS, inicia mapeamento genético para identificar casos de câncer de mama e próstata no Brasil Em parceria com o Ministério da Saúde, o projeto é conduzido pelo Hospital Moinhos de Vento e integra o Programa Genomas Brasil do Governo Federal; a meta é acompanhar 550 pacientes até 2023
Ele1 - Criar site de notícias