Segunda, 08 de Março de 2021 12:57
71 99955-6118
Cidades Política

Bruno Reis reivindica a ministro apoio nas ações de combate à pandemia

Uma das abordagens realizadas pelo chefe do Executivo soteropolitano foi sobre a pactuação do pagamento dos leitos de UTI exclusivos para Covid-19 entre governo federal e município.

21/02/2021 21h00
Por: Bahia Jornal Fonte: Secom
Foto: Betto Jr/Secom
Foto: Betto Jr/Secom

 

O apoio federal nas ações de combate à pandemia em Salvador foi o mote da reivindicação feita pelo prefeito Bruno Reis ao ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, durante reunião virtual com a participação de gestores de outras cidades brasileiras, ocorrida nesta sexta-feira (19). Uma das abordagens realizadas pelo chefe do Executivo soteropolitano foi sobre a pactuação do pagamento dos leitos de UTI exclusivos para Covid-19 entre governo federal e município.

 

Na ocasião, foi solicitado à União o repasse financeiro de dois terços do montante para manutenção das vagas de terapia intensiva já habilitadas. Cada leito custa aos cofres municipais R$2,4 mil. “Hoje estamos com 75% de ocupação dos leitos de UTI. Temos sobra, mas a pandemia está crescendo muito e não é possível mobilizar leito de uma hora para outra, principalmente por insuficiência de mão de obra e respiradores”, disse Bruno Reis.

Outra reivindicação foi referente ao envio de mais doses da vacina contra o novo coronavírus. O ministro Pazuello anunciou que a capital baiana receberá um novo lote de doses na próxima semana. A novidade é que, nesta próxima remessa, não será preciso reservar estoque para segunda dose – o que vai permitir dobrar a capacidade de imunizados nos próximos dias de campanha. 

 

“Aqui, minha palavra de ordem é enfrentamento à pandemia e não há nada mais importante nesse momento do que a vacina, que salva vidas e é muito mais barata que manter: leito de UTI funcionando, pagamento do auxílio emergencial de R$270 já há 11 meses e distribuição de quase 270 mil cestas básicas mensalmente. São R$60 milhões de reais investidos por mês e a Prefeitura não tem disponibilidade financeira”, afirmou. 

 

Educação – O prefeito de Salvador também intensificou o pedido da inserção dos trabalhadores da educação nos grupos prioritários da campanha de vacinação contra a Covid-19 para, a partir disso, programar a retomada do ensino presencial na cidade, que está suspenso desde março de 2020. 

Também foi reforçado o coro junto a prefeitos do Brasil quanto à possibilidade de cada município ter a independência de adquirir as vacinas contra o coronavírus.  “Não queremos disputar com o governo federal, mas é importante permitir que municípios e estados possam comprar as doses para que a gente consiga acelerar o processo”, apontou Bruno Reis. 

 

Influenza – Outra solicitação feita por Bruno Reis ao ministro é a antecipação da campanha de vacinação contra a influenza de abril para março, a fim de evitar o choque com o período de imunização contra o coronavírus. O pedido foi acatado por Pazuello, que disse que a mobilização será adiantada no Norte/Nordeste.  

 

A ideia, explicou o prefeito, é começar a vacinação contra a influenza pelos idosos acima de 60 anos, enquanto que as doses para prevenção da Covid-19 estão sendo aplicadas, até o momento, em pessoas acima de 80 anos. O chefe do Executivo soteropolitano lembrou que o intervalo das injeções entre um imunobiológico e outro exige ao menos 14 dias e que Salvador já dispõe de estruturas montadas para garantir toda a logística.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Salvador - BA
Atualizado às 12h57 - Fonte: Climatempo
30°
Poucas nuvens

Mín. 24° Máx. 31°

33° Sensação
24 km/h Vento
62% Umidade do ar
0% (0mm) Chance de chuva
Amanhã (09/03)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 23° Máx. 31°

Sol com algumas nuvens
Quarta (10/03)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 24° Máx. 32°

Sol com algumas nuvens
Ele1 - Criar site de notícias