Segunda, 30 de Novembro de 2020 11:37
71 99955-6118
Política Política

Após SSP negar veracidade de suposto vídeo de necropsia de miliciano, Solla ataca Flávio

"Por que os Bolsonaro financiavam ilegalmente a milícia? Ganhavam o que em troca?", indagou o petista, que chamou a divulgação do senador de "fake news"

19/02/2020 19h59
Por: Bahia Jornal Fonte: Evilásio Júnior
Foto; Luís Macedo
Foto; Luís Macedo

A divulgação de um vídeo com cenas da suposta necropsia do miliano Adriano da Nóbrega pelo senador Flávio Bolsonaro foi considerada como "ato desesperado" pelo deputado federal Jorge Solla (PT-BA).

 
As imagens foram consideradas falsas pelo secretário estadual de Segurança Pública, Maurício Barbosa. “As imagens não foram feitas nas instalações oficiais do Instituto Médico Legal [Nina Rodrigues, em Salvador, onde o corpo foi periciado]. Então nós temos a clara convicção de que isso é para trazer algum tipo de dúvida, de questionamento, a um trabalho que ainda não foi concluído", afirmou o titular da SSP. Já o chefe do IML, Mário Câmara, foi mais cauteloso, mas disse ter sido surpreendido com a divulgação. “Não sabemos se foi adulterado, onde foi feito, não sabemos se o corpo é realmente do senhor Adriano", questionou.
 
Em discurso no plenário da Câmara, nesta terça, o parlamentar baiano acusou Flávio de difundir fake news e chamou a família Bolsonaro de "familícia". "Assistimos a mais um episódio escatológico da forma de fazer política da família Bolsonaro: a divulgação de um vídeo da necropsia do suposto corpo do miliciano Adriano da Nóbrega nas redes sociais do senador Flávio Bolsonaro. Mais uma fake news! Bolsonaro precisa explicar: Adriano era chefe da maior milícia do Rio de Janeiro quando sua esposa e mãe eram funcionárias fantasma do gabinete de Flávio Bolsonaro. Por que os Bolsonaro financiavam ilegalmente a milícia? Ganhavam o que em troca?", indagou o petista (veja o vídeo abaixo).
 
Após a Justiça fluminense apontar a falta de necessidade de manutenção dos restos mortais do criminoso, o Ministério Público do Estado (MP-BA) pediu ao IML do Rio a manutenção do cadáver “intacto” até a realização de novo exame pericial complementar, a fim de "esclarecer dados até o momento obscuros", o que foi acatado pelo TJ-BA. A família pretendia fazer a cremação do corpo.
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Evilásio Júnior
Sobre Evilásio Júnior
Mais notícias sobre política.
Salvador - BA
Atualizado às 11h36 - Fonte: Climatempo
30°
Nuvens esparsas

Mín. 22° Máx. 30°

33° Sensação
19 km/h Vento
59% Umidade do ar
60% (4mm) Chance de chuva
Amanhã (01/12)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 22° Máx. 30°

Sol e Chuva
Quarta (02/12)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 22° Máx. 31°

Sol com algumas nuvens
Ele1 - Criar site de notícias