Sexta, 18 de Setembro de 2020 23:32
71 99955-6118
Política ELEIÇÕES 2020

Chapa Hilton-Rosana é oficializada e candidato promete 'chamar o povo para a guerra'

Deputado do PSOL acusou DEM de ACM Neto e Bruno Reis de dar "régua e compasso" a Bolsonaro e Rui Costa de privatizar educação pública

15/09/2020 12h40
Por: Evilásio Júnior
Foto: Reprodução / Zoom
Foto: Reprodução / Zoom

A chapa composta pelo deputado estadual Hilton Coelho e pela pedagoga Rosana Almeida foi oficializada em convenção do PSOL, UP e PCB na manhã desta terça-feira (15) com discursos inflamados sobre a necessidade de mostrar ao eleitorado na campanha os impactos locais da política nacional. O evento marcou ainda os 15 anos de fundação da agremiação, registrada em 15 de setembro de 2005.

 

O postulante se comprometeu em apresentar um programa de governo que priorize "as maiorias excluídas pela administração municipal" e associou o atual prefeito ACM Neto e o seu escolhido para a sucessão Bruno Reis ao presidente Jair Bolsonaro.

 

"Nós temos a responsabilidade de apresentar um programa que trate das questões globais da cidade. Temos que tratar das ocupações, enfrentar as empreiteiras e provar que o ecossocialismo é possivel e precisa começar a ser construído em nossa cidade para ser referência para o Brasil e para o mundo. Temos que tratar da educação e da saúde pública como ponto central para o povo preto e pobre da nossa cidade. Nós vamos chamar o nosso povo para a guerra, porque esse país está passando por um processo de desmonte dos direitos da classe trabalhadora e do patrimônio nacional. Temos um governo federal pautado no preconceito, no ódio contra o povo LGBTQIA+ e na misoginia. Nós temos que ter um posicionamento político corajoso. O DEM, que tem ACM Neto como seu presidente nacional, é quem dá régua e compasso para esse governo. ACM Neto e Bolsonaro são farinha do mesmo saco e Rui Costa também não representa uma alternativa para a cidade do Salvador, ao se associar aos partidos e aos programas da direita, e impor uma política privatista da educação. Nós temos problemas enormes em Salvador, como a questão da pobreza e do desemprego, mas também somos uma cidade herdeira de uma história revolucionária, como a Revolta dos Alfaiates", associou o socialista. 

 

Definida por Hilton como "negra que mete o pé na porta da senzala", a sua companheira de coligação, além de educadora, é evangélica, residente em uma ocupação e uma das coordenadoras do Movimento Nacional de Moradia. Em sua fala, ela disse que o seu compromisso na eleição será "com o povo preto, com o povo periférico, seja pobre, seja LGBTQIA+".

 

Presidente estadual da sigla e lançado aspirante a uma cadeira na Câmara Municipal, Fábio Nogueira pediu à militância "uma voz mais combativa contra o projeto de Jair Messias Bolsonaro". "Essa é uma tarefa que o PSOL não vai abrir mão na eleição municipal", avisou.

 

Atualmente com um vereador na capital baiana, o postulante à reeleição Marcos Mendes, a legenda estima voos mais altos em 15 de novembro e espera eleger até três representantes. Na convenção, foram aprovadas as candidaturas proporcionais de 43 membros do PSOL, três da UP e um do PCB. 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Evilásio Júnior
Sobre Evilásio Júnior
Mais notícias sobre política.
Salvador - BA
Atualizado às 23h27 - Fonte: Climatempo
25°
Nuvens esparsas

Mín. 21° Máx. 28°

25° Sensação
17 km/h Vento
79% Umidade do ar
0% (0mm) Chance de chuva
Amanhã (19/09)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 21° Máx. 28°

Sol com algumas nuvens
Domingo (20/09)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 21° Máx. 29°

Sol e Chuva
Ele1 - Criar site de notícias