Sábado, 25 de Setembro de 2021
26°

Nuvens esparsas

Salvador - BA

Cidades Programa

Programa de voluntariado da Codesal completa seis anos nesta quarta

Instituída pelo Decreto nº 26.459, a iniciativa conta, atualmente, com 2.549 adultos e 143 crianças.

14/09/2021 às 20h00
Por: Bahia Jornal Fonte: Secom
Compartilhe:
 Foto: Tiago Barros/Arquivo Secom
Foto: Tiago Barros/Arquivo Secom

Eles fazem a diferença na Defesa Civil de Salvador (Codesal), são bem mais que voluntários e funcionam como um braço do órgão nas diferentes localidades do município. Os integrantes do Programa de Voluntariado da instituição, que comemora seis anos na quarta-feira (15), dão exemplo de altruísmo e ajuda ao próximo. Instituída pelo Decreto nº 26.459, a iniciativa conta, atualmente, com 2.549 adultos e 143 crianças.

 

O trabalho dos chamados Núcleos Comunitários de Proteção e Defesa Civil (Nupdecs) vai além da Operação Chuva, que acontece entre os meses de abril e junho na capital baiana. Esse tipo de atividade desperta espontaneamente a solidariedade das pessoas. No entanto, é preciso que haja treinamento e organização, para que essa ajuda possa ser produtiva e eficiente.

 

Na ocorrência de desastres, a Codesal coordena e implementa as ações de socorro e resposta, para salvar vidas e evitar perdas materiais para as famílias, com o apoio dos cidadãos, através do Nupdec.  Para isto, é realizado o monitoramento das encostas e áreas alagáveis da cidade e desenvolvidas ações nas comunidades, visando informar, conscientizar, instruir e mobilizar a população da cidade em geral, mas especialmente aquela residente nas áreas de risco.

A subcoordenadora de Ações Comunitárias e Educativas da Codesal, Fabiana Santana, afirma que os voluntários formados pelos Nupdecs são identificados como líderes representantes da comunidade. Neste período, eles ficam em alerta, pois são o primeiro contato do órgão com a situação no local onde residem, informando sobre as condições da chuva e se há deslizamento de terra.

 

“Como temos muitos chamados, chegando a quatro mil solicitações para atendimento nesta época, por vezes podemos não enxergar essa necessidade iminente de dar prioridade àquela vistoria, pois neste momento tudo é prioridade”, disse Fabiana.

 

Dinâmica – Os membros dos núcleos mandam mensagens e fotos que são encaminhadas aos órgãos municipais ou através do Sistema Municipal de Defesa Civil, para atendimento a casos de deslizamento, galhos em fiações elétricas e quedas de árvores, de forma célere. Muitas vezes, eles iniciam a evacuação antes mesmo de a Codesal chegar ao local, preservando vidas.

A subcoordenadora salienta, em diversas vezes, são esses membros do Nupdec que conseguem convencer o morador vizinho a sair de casa. Em algumas situações, o apego aos bens materiais e o receio de perder o imóvel são os maiores empecilhos. Então a ajuda é fundamental para convencê-los a proteger o bem mais precioso – a si mesmo.

 

Colaboração – Diretamente da Vila Sabiá, na Liberdade, Carlos de Jesus Brito, ou simplesmente Carlos da Vila Sabiá, atua junto à Codesal desde agosto de 2020. Ele conta que, antes de ingressar como voluntário, ele achava que o órgão era o responsável pelas obras. Então, de forma errônea, cobrava a eles as melhorias e intervenções.

 

Mais do que auxiliar os vizinhos em tempo ruim, ele conscientiza sobre não jogar lixo nas encostas, nas ruas, não plantar nada no solo para não trazer riscos de deslizamento. Brito afirma que ele está sempre atento às situações, especialmente no período de sol, que é quando a lona se desgasta e as encostas ficam expostas a outros problemas: as pedras que se soltam batem no fundo das casas e chegam a atingir os telhados.

“O risco continua, é um trabalho de prevenção e estou sempre atento. Antigamente, a gente cobrava (à Codesal). Hoje, já temos uma resposta mais rápida com uma linha direta nossa com o órgão”.

 

Do bairro do Calafate, Jucinalva Neri Marques, ou apenas Nani, é que auxilia os vizinhos. Voluntária desde julho de 2019, ela diz que este é o caminho de busca para a conscientização e mobilização da comunidade, ajudando o próximo e construindo uma sociedade mais equalitária. 

 

“Decidi ser voluntária para ajudar minha comunidade. A vida é melhor quando podemos ajudar o mundo e, com isso, poder trazer ações como o Nupdec para jovens e adultos”, destacou Nani.

 

No período de poucas chuvas, a Codesal promove ações de fortalecimento – uma outra forma de envolver os cidadãos –, levando serviços diversos da Prefeitura, palestras e atividades específicas, como o Agosto Lilás (de prevenção da violência contra a mulher) e a Semana do Bebê, em parceria com a Secretaria Municipal de Políticas para as Mulheres e Juventude (SPMJ). Outros órgãos e parceiros externos também participam, a exemplo da Coelba, Embasa e faculdades privadas do município.

 

Cadastramento – Cabe à Codesal o cadastramento, a seleção e o treinamento das pessoas interessadas em atuar voluntariamente, considerando a natureza das atividades a serem realizadas e os locais de atuação. O órgão também fornecerá identificação ao voluntário quando necessário. Os interessados podem se inscrever através do link www. codesal. salvador. ba. gov. br/ images/ pdf/ ficha-de-inscrito-voluntariado. pdf

 
 

  

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Salvador - BA Atualizado às 17h37 - Fonte: ClimaTempo
26°
Nuvens esparsas

Mín. 23° Máx. 28°

Dom 27°C 22°C
Seg 28°C 23°C
Ter 28°C 22°C
Qua 28°C 23°C
Qui 29°C 23°C
Horóscopo
Áries
Touro
Gêmeos
Câncer
Leão
Virgem
Libra
Escorpião
Sagitário
Capricórnio
Aquário
Peixes
Ele1 - Criar site de notícias