Quarta, 24 de Fevereiro de 2021 23:29
71 99955-6118
Entretenimento Espetáculo

Mariana Moreno estreia adaptação virtual de “Uma Mulher Impossível” dia 28 de fevereiro

Com linguagem híbrida, solo é uma realização da ATeliê voadOR Teatro, com direção de Marcus Lobo

18/02/2021 22h00
Por: Bahia Jornal Fonte: Ascom
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Uma mulher, como muitas que conhecemos, passa a receber cartas eróticas anônimas. Quem é Ele? E por quê pra Ela? Este é o enredo de "Uma mulher impossível (em casa)”, espetáculo que estreia sua adaptação virtual e ao vivo pelo canal do YouTube do Teatro Vila Velha, no dia 28 de fevereiro, às 21h. Com acessibilidade garantida através de tradução em libras, ganha ainda a re-exibição dias 09 e 11 de março também, no mesmo horário.

 

Com forte influência da linguagem cinematográfica e sua potencialidade, esta versão para Teatro Digital do espetáculo homônimo da ATeliê voadOR, tem roteiro de Djalma Thürler e direção de Marcus Lobo, com a atuação de Mariana Moreno (Prêmio Braskem de Teatro na categoria melhor atriz em 2018). 

 

“Uma mulher impossível (em casa)” busca romper com os silêncios impostos frente ao que se deve ser, convidando espectadoras e espectadores a pensar sobre o que ecoa da (im)possibilidade e da potência de ser mulher, num mosaico complexo entre realidade e ficção que cabe ao público montar. O espetáculo traz debates sobre machismo, repressão e sexualidade feminina. 

 

O solo surge no contradiscurso de valores hegemônicos e do apagamento/silenciamento histórico das mulheres na sociedade, fazendo coro à outras lutas pelas liberdades e igualdade de direitos e visando ampliar os espaços de debate, como viés para reflexão e transformação.

 

Com a utilização dessa linguagem híbrida, o espetáculo - que tem um caráter intimista – sai dos palcos e espaços culturais alternativas e ocupa um apartamento, a ser utilizado como “set-espaço itinerante de encenação” no intuito de enfatizar detalhes, respirações de cada cena e se aproximar do público remoto, inserindo-o no universo da narrativa.  

 

A pauta, sempre urgente, torna-se ainda mais imperativa com o atual momento político de retrocesso e falta de perspectiva, agravado por uma pandemia com impacto devastador para as mulheres, pela perda de emprego e/ou diminuição das produções profissionais e científicas, acúmulo de funções domésticas, aumento de casos de violência e depressão.

 

Em 2020, o mundo parou com a pandemia do Covid-19 e artistas de todas as partes do mundo, resistentes, combativos e sensíveis por instinto, encontraram nas plataformas digitais o caminho/hibridismo para o fomento e à difusão de suas linguagens. Nesse contexto, “Uma mulher impossível (em casa)” surge como mais um investimento nas discussões sobre teatro e sociedade, propondo um jogo de ilusão em que o real e a ficção se interpenetram. 

 

“Uma mulher impossível (em casa)” é mais uma experimentação do entrelaçamento de técnicas, conceitos e recursos teatrais e audiovisuais. A versão para o Teatro Digital pretende dar maior visibilidade à obra, aos debates e reflexões que ela suscita, como a questão da submissão feminina.

 

Em cena, uma artista engajada, carregada de subjetividade, que se coloca em cena como agente social que media o debate contemporâneo. “Estreamos em 2017 e tínhamos um panorama machista que não se enfraquece. Os dados estatísticos de 2020 mostram que durante a pandemia os casos de violência doméstica aumentam. Uma mulher impossível (em casa) é mais um convite a se pensar, em nome de todas as mulheres, sobre as violências sociais estruturantes e machistas”, reforça Mariana Moreno. 

 

Uma mulher impossível (em casa) conta com o apoio financeiro do Estado da Bahia através da Secretaria  de Cultura e da Fundação Cultural do Estado da Bahia (Programa Aldir Blanc Bahia) via Lei Aldir Blanc,  direcionada pela Secretaria Especial da Cultural do Ministério do Turismo, Governo Federal.

 

EQUIPE

Djalma Thürler - Autor e Diretor

Marcus Lobo - Diretor / Iluminador

Mariana Moreno - Atriz / Produtora

Duda Woyda - Produtor

Roberta Dantas - Diretora musical

Luiz Santana (Rainha Loulou) - Figurino, cabelo e maquiagem

Assessor de imprensa: Theathe Comunicação

Tradutora de libras: Aline Ferreira Suzart

Equipe de Transmissão: Lucas Lima

Parceiros: Teatro Vila Velha; Baú Produções e Villa Salute

Realização: ATeliê voadOR Teatro

 

Serviço 

O quê: Uma mulher impossível (em casa) - com Mariana Moreno

Quando: 28 de fevereiro (ao vivo), às 21h; dias 09 e 11 de março (exibição durante 24h)

Link de transmissão: Youtube do Teatro Vila Velha

(https://www.youtube.com/user/teatrovilavelha/featured) 

Quanto: Gratuito

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
-
Atualizado às 21h00 - Fonte: Climatempo
°

Mín. 24° Máx. 32°

° Sensação
km/h Vento
% Umidade do ar
90% (5mm) Chance de chuva
Amanhã (25/02)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 24° Máx. 32°

Sol e Chuva
Sexta (26/02)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 24° Máx. 31°

Sol e Chuva
Ele1 - Criar site de notícias