Segunda, 08 de Março de 2021 11:53
71 99955-6118
Entretenimento Cultura

Oficina de Frevos e Dobrados realiza dois concertos com músicas consagradas pelo povo

O primeiro deles já está disponível na internet

18/02/2021 13h00
Por: Bahia Jornal
Foto: Iven Vit / Divulgação
Foto: Iven Vit / Divulgação

A Oficina de Frevos e Dobrados, filarmônica fundada pelo maestro Fred Dantas em 1982, realizou através do projeto “Pra Ver a Banda Tocar”, dois concertos virtuais para serem disponibilizados nas plataformas digitais Youtube e Facebook. O primeiro deles já está disponível nas plataformas e a primeira composição executada é o Hino ao 2 de Julho (Santos Títara e Santos Barreto). 

 

No repertório dos dois concertos músicas de grande significado para a cultura das filarmônicas. O projeto além de promover a divulgação das composições e de seus autores, traz atividade e renda a 30 músicos dessa instituição de pesquisa e execução musical, que estão privados de exercer suas atividades por conta do isolamento social, e para a equipe técnica.

 

O projeto tem apoio financeiro do Estado da Bahia através da Secretaria de Cultura e da Fundação Cultural do Estado da Bahia (Programa Aldir Blanc Bahia) via Lei Aldir Blanc, direcionada pela Secretaria Especial da Cultura do Ministério do Turismo, Governo Federal.

 

A  seleção de repertório, revisão e edição de partituras foi realizada para a escolha de composições consagradas ao longo da nossa história. Para o primeiro concerto, o Hino ao 2 de Julho (Santos Títara-Santos Barreto), que é oficialmente o Hino do Estado da Bahia, será o carro-chefe de um repertório mais formal, com músicos vestidos a caráter e cenário especial.

 

Nele, serão executadas peças musicais históricas de caráter marcial e concertante, como hinos e dobrados, em arranjos originais dos mestres compositores de filarmônicas. O segundo concerto terá como abertura o Hino ao N. Sr. do Bonfim (Arthur de Salles-J.A.Wanderley), para em seguida prosseguir com um repertório mais leve, com marchinhas, maxixes e modernas músicas compostas por Fred Dantas exatamente para a Oficina de Frevos e Dobrados.

 

Cada apresentação terá duração de 60 minutos. Além das duas apresentações completas o projeto prevê editar 10 músicas em videoclipes de curta duração, que serão impulsionados nas redes sociais. As gravações estão acontecendo na sede da Oficina de Frevos e Dobrados, no bairro do Barbalho, respeitando as condições de segurança dos músicos e equipe técnica.

 

Os dois concertos fora, gravados em diferentes dias de janeiro com variação de figurino e cenário. A direção dos trabalhos de gravação é de Marcus Sampaio, com as captações de áudio realizadas por Richard Meyer enquanto as imagens estão a cargo de Marcus Sampaio e Edmar Batista.

 

Programa do 1° Concerto:

 

1 - Hino ao 2 de Julho - Santos Títara e Santos Barreto

2 - Ária das Adeptas – João Mariano Sobral

3 - Dois corações – Pedro Cardoso

4 - Saudades de Minha Terra – Luis Evaristo Bastos

5 - Valsa Júnia Rabello – Fred Dantas

6 - Gaúcho, o Corta Jaca – Chiquinha Gonzaga

7 – Inglesina – Tranquillino Bastos

8 - Phase de Noivado -  Estevam Moura

9 - Dobrado Dioclécio Ferreira – Amando Nobre

10 - Dobrado O Bode Preto – Júlio Cézar Souza

11 – Gerson no Merengue – Fred Dantas

12 - Dobrado Sorvete  – Fred Dantas

13 - Dobrado São Félix – Fred Dantas

14 - Embalo da Ajuda 2017 – cultura popular de Cachoeira

15 – Carnaval Folha 1 – diversos autores

 

Programa do 2° Concerto:

 

1 - Hino ao N. Sr. do Bonfim – João Antônio Wanderley - Arthur de Salles

2 - Dobrado Os Músicos – João Sacramento  Neto

3- Dobrado Caetité – Álvaro Villares Neves

4- Maxixe Isis – Fred Dantas

5 - Soluços d´Alma  - Amâncio Jr, Meu Mano

6  - Bodas de Ouro – Luis dos Santos, Saraiva

7 - Vivaldo e o Choro – Fred Dantas

8 - Na Cadência do Samba – Luis Bandeira

9 - Cosme e Damião – Cultura popular

10 – Toca Cabo Martin – Cultura popular

11 – Tuada no Sertão  - Isaias Gonçalves Amy

12 - Abertura na Levada  – Fred Dantas

13 – Nego Fugido – Cultura popular de Acupe, Santo Amaro

14 -  Pai Borokô – Afoxé tradicional, mestre Didi

15 . Seu Tibúrcio – Cultura popular de Maragogipe

Bis: Quebra Quebra Gabiroba – Cultura popular da Bahia

 

Músicos participantes:

 

Flautim  Samuel Egídio

Clarinetas: Antônio Dácleo, Renan Pinto, Lucas Soares e Raimundo Fonseca

Sax altos:  Jakson Menezes, Cayo Brito, Windsor Oliveira e Vinícius Barreto

Sax tenor: Nilton de Azevedo

Baritono si b: Reinaldo Gonçalves

Trompa 1: Guilherme Umbelina e Rafael Xavier

Trompetes: Mário Douglas, Guilherme Chagas,  Alisson Crispim,  Iuri Pinheiro e Osmário de Almeida

Trombones: Tony Joanitã, Danilo Martinez e Ismael Souza

Bombardino: Ricardo Sena

Tuba: Luis Eduardo, Maikon Douglas e Eduardo Santos

Percussão: Nádia Ferrão, Robson Paixão e  Bruno Santos

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Salvador - BA
Atualizado às 11h37 - Fonte: Climatempo
30°
Nuvens esparsas

Mín. 24° Máx. 31°

33° Sensação
24 km/h Vento
59% Umidade do ar
0% (0mm) Chance de chuva
Amanhã (09/03)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 23° Máx. 31°

Sol com algumas nuvens
Quarta (10/03)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 24° Máx. 32°

Sol com algumas nuvens
Ele1 - Criar site de notícias