Segurança Ação

Polícia descobre rota internacional para saída de carros roubados

Veículos roubados no Brasil eram levados para a Bolívia para serem trocados por armas e drogas

15/01/2022 06h00
Por: Rebeca Costa Fonte: Secretaria da Segurança Pública da Bahia
Foto: Divulgação SSP
Foto: Divulgação SSP

Integrantes de uma quadrilha envolvida com roubos de veículos e suspeitos de participação em roubo a instituições financeiras, dois homens naturais da Bahia e Pernambuco foram capturados, na manhã desta quinta-feira (13), por integrantes da 45ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM/Curaçá).  Com diversas passagens pela polícia, a dupla trocava os carros roubados por armas e drogas na Bolívia.

 

 Eles foram encontrados quando atravessavam de balsa da Bahia para o estado de Pernambuco, em uma caminhonete Chevrolet, modelo GM/D20, com restrição de roubo e placa IAS 6546 clonada, roubada na segunda (10), no município de Arapiraca, em Alagoas. A polícia contou com o auxílio do GPS da seguradora do veículo para localizar os suspeitos.

Conforme o comandante da 45ª CIPM, major Leonel Carlos Ribeiro Neto,   eles foram interceptados após o monitoramento da rota que  faziam

.

“Nós sabíamos que eles usariam o meio aquático, para sair do estado e, durante as abordagens, o que chamou a nossa atenção foi a falta do chassi do carro”, disse o oficial. Os homens foram questionados pelos policiais sobre a procedência do veículo, mas como não sabiam  foram conduzidos até a sede da Delegacia Territorial (DT) de Curaçá.

 

A titular da unidade, delegada Tereza Jucélia Barbosa, detalhou que os homens já estavam sendo investigados pela Polícia Civil de Alagoas e que, após troca de informações, descobriu que eles roubaram o veículo usando arma de fogo.

 

"Nós temos indícios de que esses criminosos levavam os veículos para Pernambuco e de lá  para a Bolívia, para trocar por armamentos e entorpecentes”, explicou.

 

Naturais de Casa Nova, divisa com Pernambuco, e de Petrolina, os homens já foram presos anteriormente, no ano de 2021, no estado do Piauí, portando duas armas calibres 38 e 380, munições, balaclava e um celular com fotografias de instituições financeiras do município de São Raimundo Notato-PI.

 

“Um deles, além desta passagem, já havia sido preso no Acre quando voltava da Bolívia uma quantidade de drogas e já tinha mandado de prisão aberto pela comarca de Petrolina por tráfico de drogas, estelionato, roubo e porte ilegal de arma de fogo, que foi cumprido”, contou Tereza.

 

As equipes da DT de Curaçá seguem com as investigações, juntamente com a PC pernambucana, para descobrir outros envolvidos. Os suspeitos foram flagranteados por roubo majorado pelo concurso de pessoas, uso ilegal de arma de fogo, subtração de veículo automotor transportado entre estados e adulteração de veículo automotor.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias