Quarta, 28 de Outubro de 2020 02:55
71 99955-6118
Geral Outubro Rosa

Importância da psicologia para mulheres que passam pelo tratamento do câncer de mama

A mulher com câncer de mama tem de 10% a 25% de desenvolver depressão

14/10/2020 09h00
Por: Camila Sampaio
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

O Outubro Rosa é o mês que simboliza mundialmente, a luta contra o câncer de mama, estimulando a participação de pessoas e empresas na prevenção. Conforme dados divulgados pelo Instituto Nacional de Câncer (Inca) a estimativa para 2020 é de 66.280 novos casos.

O câncer de mama é uma doença causada pela multiplicação desordenada de células da mama. Esse processo gera células anormais que se multiplicam, formando um tumor. Existem variações, por isso, a doença pode evoluir de diferentes formas. Alguns tipos têm desenvolvimento rápido, enquanto outros crescem mais lentamente. Esse comportamento distinto se deve às características próprias de cada tumor. 

A primeira reação das mulheres que recebem o diagnóstico de câncer é a iminência da perda dos seios. Estudos apontam para a conexão entre o câncer de mama e a identidade feminina, não só do ponto de vista pessoal, como no contexto do sistema familiar.

A relação entre câncer e depressão é objeto de vários estudos que tratam, por exemplo, de desenvolvimento do câncer e desencadeamento da depressão durante o tratamento. A mulher com câncer de mama tem de 10% a 25% de desenvolver esse transtorno. O acompanhamento psicológico se torna fundamental, podendo acontecer nos consultórios, ambulatórios de oncologia, em clínicas de oncologia e hospitais.  A mulher pode expor seus medos, angústia e incertezas que podem ocorrer durante as etapas de tratamento.

Segundo a psicóloga Sabrina Costa, especialista em psico-oncologia, o trabalho do profissional neste momento é de cuidar das emoções, do comportamento e pensamento das pessoas. Importante para ajudar a digerir, elaborar, toda a repercussão emocional para que a paciente possa não ficar refém dos seus sentimentos, se adaptar ao tratamento oncológico e aderir à proposta terapêutica.

“As emoções e pensamentos são muito importantes na nossa existência. Nós não somos apenas corpo físico, nós somos o que pensamos, sentimos e falamos. Não desvalorize as suas emoções”, explica Sabrina.

Na oncologia, uma unidade de cuidados foi criada voltada ao paciente e para a família. Nesse período a família precisa de cuidados também e com isso são acolhidos, são escutados e informados. O papel da família nesses casos é cuidar de maneira amorosa, trazendo sempre palavras de esperança, acreditando na cura da paciente, contribuindo de forma efetiva.

“O câncer acontece em uma pessoa, mas na verdade é uma doença sistêmica, o câncer é uma doença da família. Não tem ninguém da família que não seja abalado ou afetado, seja por preocupação, insegurança, tristeza, ou por tarefas familiares”, pontua Sabrina.

O câncer de mama pode ser detectado em fases iniciais, em grande parte dos casos, aumentando assim a possibilidade de tratamentos menos agressivos e com taxas de sucesso satisfatórias. Mulheres independentemente da idade, devem ser estimuladas a conhecer seu corpo para saber o que é e o que não é normal em suas mamas. Além disso, o Ministério da Saúde recomenda que a mamografia de rastreamento (exame realizado quando não há sinais nem sintomas suspeitos) seja ofertada para mulheres entre 50 e 69 anos, a cada dois anos.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Salvador - BA
Atualizado às 02h35 - Fonte: Climatempo
25°
Muitas nuvens

Mín. 24° Máx. 30°

25° Sensação
9 km/h Vento
89% Umidade do ar
90% (4mm) Chance de chuva
Amanhã (29/10)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 23° Máx. 31°

Sol e Chuva
Sexta (30/10)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 24° Máx. 30°

Sol e Chuva
Ele1 - Criar site de notícias